Amor, além do tempo!
Publicado dia: 01/nov/15 | Categoria: Destaques, Para Refletir, Saúde | Autor: Laís Santos

Leveza

 

Amor, ALÉM DO TEMPO!

 

Desde que a novela das 18 horas começou, meus pensamentos criaram uma confusão tamanha!

Afinal, quem nunca conheceu alguém, e de repente teve a sensação que já conhecia essa pessoa, como se o encontro na verdade fosse um reencontro!?

Eu já!

E provavelmente você também!

Não é questão de acreditar em outras vidas ou não, são apenas sentimentos intensos que muitas vezes não sabemos explicar.

Se você acompanha a novela, tenho certeza que começou pensar em todas as possibilidades, de reencontros de almas, sejam positivos ou negativos. E se você não acompanha, a novela relata um amor vivido há 150 anos atrás, e hoje, na metade na novela, ela simplesmente avançou. A novela veio para 2015, fazendo seus personagens reencarnarem, vivendo muitos conflitos ligados à vida anterior.

Às vezes a gente olha pra alguém, e olha de novo, com a sensação de flashes de outras vidas, às vezes o amor à primeira vista, na verdade poderia ser de muitas outras “vistas“, quem garante o contrário?! Às vezes a gente simplesmente ama alguém de uma forma inexplicável, de uma forma que rimos ao tentar entender, como se nossas almas se lembrassem de cada sentimento.

Às vezes aquele sentimento surreal, nada mais é do que um sentimento antigo, mais antigo do que podemos imaginar! Acreditando ou não, os sentimentos existem, o que muitas vezes faz com que entremos em uma confusão infinita no peito, como por exemplo eu estou hoje! Até porque, sendo bastante sensitiva como sou, tenho impressões com pessoas, sentimentos guardados, sonhos armazenados na memória, que muitas vezes me fizeram acreditar que existem propósitos à reencontros que somos incapazes de imaginar a dimensão.

Às vezes não gostamos de alguém sem ao menos darmos a chance de conhecermos melhor esse alguém, apenas não gostamos. E ponto!

Poderia esse alguém ter nos causado algum sentimento ruim em um outro plano? Engraçado como os flashes dessa novela me arrepiam. Acontece com vocês também?! Eu tenho a sensação de que aquilo já aconteceu comigo um bilhão de vezes se possível! Tive sonhos relacionados a isso, várias vezes, já percorri por jardins desconhecidos, com vestidos longos, cabelos ao vento, brincando pelas flores em frente à uma casa nada parecida com as casas deste século, desta vida. Já tive sonhos em que sentava em um banco de um belo jardim, à espera de alguém, um rapaz, acordei quando ele falou comigo, abri os olhos antes de poder olhá-lo, mas para reconhecê-lo não precisei olhá-lo, reconheci o tom da sua voz. No fundo eu sabia que era ele, sempre soube, e desde então, ninguém entende, mas quem se faz presente percebe.

Existe a possibilidade disso tudo ter sido lembranças?

Sim!

Não?

Tenho certeza que sim.

Ou que não.

É exatamente isso, confusão, cada um acredita nas suas verdades, no que aprendeu ao longo da vida. Não somos obrigados a acreditar nas verdades do próximo. Mas uma coisa eu sei…

O amor eterno vai além do tempo, amor entre casal, amor entre irmãos, pais e filhos, e amigos. Simplesmente o amor renasce em todas as vidas, e a melhor parte é quando podemos nos reencontrar, vivermos, e aprendermos!

Mas nem sempre quando reencontramos almas que tanto amamos significa que estaremos juntos, acredito que muitas vezes o hoje nos modifica, nos transforma e nos leva para novos caminhos, novas situações, e novas famílias, por isso às vezes a gente tem aquela sensação de que mesmo que não fiquemos com alguém que tanto amamos, é como se lá no fundo da nossa alma, das nossas lembranças, nós soubéssemos que em outra ocasião, em outro plano, estivemos juntos, ou ainda estaremos.

Acreditando ou não!

Sendo verdade ou não!

Uma coisa é certa: o amor, eterno amor, é a maior força do universo, e ele é capaz de percorrer fortemente por anos, séculos, vidas, até que encontre os corações que já foram habitados por ele um dia, e nessa hora, quando os olhares se cruzam,  os anjos comemoram, e a gente sente.

Sente porque mesmo que tenham apagado toda e qualquer lembrança de possíveis vidas, nossos corações se identificam, e a gente mesmo sem saber, volta a amar, e ama de novo, em duas mil vidas, e todas as outras que vierem.

Porque só o amor verdadeiro é capaz de ser guiado além do tempo, por todas as almas!

0
Comentários

Envie um comentário:

Seu nome (obrigatório)
Seu e-mail (obrigatório)
* não será publicado
Seu blog/site


Mensagem